Eu Tenho Voz faz última apresentação do mês em Jundiaí

O Projeto Eu Tenho Voz fez sua última apresentação presencial de julho nesta sexta-feira (8) para 550 estudantes na EMEB Janet Ferreira Prado, em Jundiaí.  No total foram cerca de 24 apresentações, em seis escolas e para 116 turmas.

Os estudantes assistiram à peça “Marcas da Infância”, da Cia NarrAr Histórias Teatralizadas, criada especialmente para o projeto e que conta histórias sobre violência física e sexual contra meninas e meninos de forma lúdica, realista e empática e as faz refletir sobre a importância de não se calar e denunciar o abuso. Após a apresentação, a idealizadora e coordenadora do projeto, juíza Hertha Helena Rollemberg Padilha de Oliveira e 1ª vice-presidente do Instituto Paulista de Magistrados (IPAM), se colocou à disposição dos alunos para ouvi-los e encaminhar as denúncias ao Ministério Público.

“Eu Tenho Voz na escola foi um momento muito rico, de oportunizar a escuta dessas crianças e delas entenderem que têm os canais que podem buscar ajuda não só no momento em que se faz a escuta, mas de alertá-las daquilo que é um carinho, do que não é, do que é uma violência e como podemos buscar ajuda. É muito importante, e precisamos disseminar sempre”, disse a diretora da escola municipal, Zenaide da Conceição da Cruz.

A juíza Hertha Helena de Oliveira lembrou ainda que “em apenas quatro escolas de Jundiaí em que o Projeto foi apresentado houve quase 100 denúncias. Um número surpreendentemente alto e nunca visto em sete anos de sua existência. E não foram apenas casos de abuso sexual infantil, como também de maus-tratos, violência doméstica e bullying”.

A partir do segundo semestre, já em agosto, o projeto será apresentado em São José do Rio Preto e em várias escolas do Interior e da Capital do Estado de São Paulo.

 

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três × 5 =

2022 © IPAM - Instituto Paulista de Magistrados. Todos os direitos reservados.