Blog

Desembargador José Renato Nalini recebe título de membro honorário do IPAM

16/05/2019

Notícias IPAM

Desembargador José Renato Nalini recebe título de membro honorário do IPAM

O Instituto Paulista dos Magistrados concedeu, na quinta-feira (09/05), o título de membro honorário ao Desembargador José Renato Nalini, em reconhecimento ao seu trabalho na defesa das causas da Justiça e Educação. Nalini atuou como presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) até 2015, onde  defendeu as prerrogativas da magistratura paulista e do Brasil e foi responsável pela modernização do Judiciário, através da informatização de procedimentos. De 2016 a 2018, o desembargador atuou como Secretário Estadual da Educação do Estado de São Paulo, comandando a maior rede de ensino do Brasil e da América Latina.

A presidente do Instituto Paulista dos Magistrados (IPAM), juíza Hertha Helena Rollemberg Padilha de Oliveira, ressaltou que essa é a maior honraria outorgada pela instituição e que o critério para escolha é a  destacada atuação do magistrado  em prol da sociedade. “É com grande alegria que concedo esse título ao desembargador José Renato Nalini pela atuação pautada na valorização do trabalho dos magistrados, inserções e esforços no aprimoramento da instituição e sensibilidade para as questões sociais”, reforçou.

Desembargador José Renato Nalini recebe título de membro honorário do IPAM

Durante a cerimônia, o desembargador Paulo Dimas relembrou que também já recebeu o título de honorário do IPAM e reforçou o reconhecimento à trajetória de vida de José Renato Nalini. “Eu já tive a honra e o privilégio de receber essa honraria do IPAM, que é o braço cultural da nossa magistratura. Esse título representa o trabalho contínuo em prol da sociedade. Nalini aceitou o desafio de deixar a magistratura para ir para o Executivo, mas continua defendendo a magistratura e está sempre atento ao que acontece no Tribunal de Justiça e nos diversos âmbitos da Justiça”, enfatizou.

O desembargador José Renato Nalini agradeceu o título recebido e agradeceu a participação do IPAM nas escolas paulistas. “Quando eu me deparei com a situação vivenciada pela educação no Estado de São Paulo, eu busquei parcerias para conseguir fazer um trabalho significativo e foi o IPAM que se mostrou disposto e me atendeu levando o teatro e o Projeto Eu Tenho Voz para as escolas da periferia”, relembrou.

Nalini também reforçou a importância dos magistrados estarem sempre atentos às angustias e aos problemas vivenciados pelos cidadãos que buscam na Justiça uma solução para o seu problema. “Para nós é apenas um processo a mais, para o cidadão é o processo da vida deles”, enfatizou.

A cerimônia de entrega da titulação contou com a participação de aproximadamente 40 magistrados.