Blog

IPAM recebe menção honrosa no Prêmio Betinho de Democracia e Cidadania

07/08/2018

Notícias IPAM

IPAM recebe menção honrosa no Prêmio Betinho de Democracia e Cidadania

 

Na segunda-feira, 06 de agosto, o Instituto Paulista dos Magistrados (IPAM) ficou entre os finalistas do 21º Prêmio Betinho de Democracia e Cidadania 2018 e recebeu menção honrosa pelo Projeto EU TENHO VOZ. Concedido pela Câmara Municipal de São Paulo, a premiação é realizada anualmente e reconhece entidades que mais se destacaram na execução de projetos relacionados à luta pela cidadania e ao combate à fome, exclusão, miséria e violência no município de São Paulo.

“Há dois anos lançamos o projeto e decidimos levar Justiça para as escolas em regiões de maior vulnerabilidade social. Muitas vezes a violência e o abuso são cometidos por pessoas próximas e a vítima fica aprisionada num ciclo de medo e vergonha, sem saber como pedir ajuda”, explica Hertha Helena Rollemberg Padilha de Oliveira, juíza e presidente do IPAM. “Recebemos esse prêmio com grande alegria e estendemos esse reconhecimento aos educadores e instituições que nos têm apoiado, pois acreditamos que ao atuar nas escolas nós podemos ajudar a reverter o quadro das graves consequências da violência e do abuso. Além disso, deixo um agradecimento especial a todos os juízes, promotores, advogados e procuradores do estado que participam como voluntários do projeto, pois sem eles nada seria possível”, ressalta.

 

IPAM recebe menção honrosa no Prêmio Betinho de Democracia e Cidadania

 

O Projeto EU TENHO VOZ, tem como proposta desenvolver ações contra o abuso sexual, físico e psicológico de crianças e adolescentes, abordando a temática de forma lúdica nas escolas de ensino fundamental I e II, e centros comunitários das regiões de maior vulnerabilidade social. Através da peça teatral “Marcas da Infância”, desenvolvida pela Cia Narrar – Histórias teatralizadas, o IPAM aborda o assunto e, após cada apresentação, juízes, professores e especialistas promovem um debate com as crianças e adolescentes para conscientizar sobre a existência do perigo e ensina como buscar ajuda.

A presidente do IPAM explica que escola e os professores têm papel fundamental no reconhecimento de pedidos de ajuda que venham a surgir, mesmo que não seja declarado. “Muitas vezes a criança não percebe que está sofrendo algum tipo de violência, por isso não sabe como reagir. Por isso, nós queremos através do Projeto EU TENHO VOZ, levar conhecimento para que possam se empoderar e saibam como procurar ajuda”, enfatiza Hertha.

O Prêmio Betinho de Democracia e Cidadania foi criado em homenagem ao sociólogo Herbert de Souza (O Betinho), que foi o articulador da maior campanha contra a fome já feita no Brasil, a “Ação da Cidadania contra a Fome, a Miséria e pela Vida”. A premiação foi instituída após a sua morte, em 1997, com o objetivo de simbolizar a continuidade do trabalho em defesa da democracia e da igualdade dos direitos.